Quantcast
Channel: Revista Quem Acontece
Viewing all articles
Browse latest Browse all 664942

Kelly Clarkson rebate alegações de Clive Davis: “Me sinto violada”

0
0
Kelly Clarkson (Foto: Divulgação)

Kelly Clarkson não tem papas na línguas. Prova disso é que ela usou sua conta no Facebook para rebater algumas alegações do poderoso executivo da música Clive Davis, que já trabalhou com artistas como Aretha Franklin e Christina Aguilera.

Kelly Clarkson (Foto: Divulgação)

Na rede social, a cantora afirmou que gostaria de esclarecer algumas informações publicadas por Davis e não poupou críticas ao produtor. “Eu ouvi que Clive Davis está espalhando falsas informações sobre minha musica e eu. E me recuso a ser atacada, então devo clarear os lapsos de memória dele. Me senti violada”. Kelly, que venceu a primeira temporada do “American Idol”, viveu uma verdadeira batalha com Davis em 2007 para lançar o seu álbum mais autoral até a data. Na ocasião, o executivo achava que as músicas não tinham potencial para se tornarem hits.

Leia a carta completa:

“Crescer é ótimo porque você aprende que não precisa se rebaixar para ninguém – até para Clive Davis.

Primeiro, ele disse que eu entrei em seu escritório histericamente quando ele determinou que “Since You Been Gone” entrasse no meu álbum. Não é verdade. Eu queria sim mais guitarra na demo original e ele não queria. Max (Martin), Luke e eu brigamos por um som maior e conseguimos. Então não poderia estar mais orgulhosa pelo resultado da canção.

Mas sim, eu chorei mesmo no escritório dele. Chorei depois que toquei para ele uma das músicas que escrevi sobre a minha vida chamada “Because Of You”. Chorei porque ele odiou e me disse que eu era “uma compositora de merda que deveria ser agradecida por ser agraciada com a direção que ele me dava”.

Ele continuou dizendo que a canção não rimava e que eu deveria calar a boca e apenas cantar. Isso me deixou devastada, ainda mais vindo de alguém que eu, desde criança, considerei um herói musical e me sentia tão honrada de trabalhar. Mas eu continuei a lutar pela canção e eles cederam. Ela virou um hit mundial. Isso ele não incluiu no livro.

Ele também disse que o meu álbum “My December” não foi bem sucedido porque eu co-escrevi o disco inteiro e não tinha “hits pop”. Bem, primeiro me deixa dizer que eu escrevi a maioria dos meus “hits pop”. Depois, “My December” ganhou disco de platina. “Never Again”, o ÚNICO single que eles lançaram nos Estados Unidos desse CD entrou no Top 10. Sou muito orgulhosa disso e só tenho os meus fãs a agradecer. Mas, de novo, o que é mais interessante sobre a história dele é que ele deixou isso de fora.

O Clives não mencionou como ele parou na frente da sua empresa em uma convenção e diminuiu a mim e minha música, além de ter sabotado o meu projeto completamente. Nunca tive a chance de alcançar o potencial desse álbum. “My December” foi um disco que eu precisava fazer para mim mesma por vários motivos. O fato de eu ter sido tão desamparada e desrespeitada foi um ato de alguém sem coração.

Enfim, amo o meu trabalho, amo minha música, amo meus fãs, amo minha gravadora e todas as relações profissionais... agora. Sou agradecida ao Clives por me ensinar a saber a diferença."
 


Viewing all articles
Browse latest Browse all 664942

Latest Images

Trending Articles





Latest Images